ANIMAL NÃO É DESCARTÁVEL

Quem pretende adquirir um bichinho de estimação precisa estar consciente sobre guarda responsável. Procurar um médico-veterinário é imprescindível antes de se tornar um tutor.

A expectativa de vida de um cão ou gato pode variar de 10 a 20 anos, dependo da raça, do porte, dos cuidados diários, entre outros fatores.

Abandono é crime, assim como maus- tratos.

Algumas recomendações importante do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) para o bem-estar dos animais domésticos:

_ ser acompanhado por médico-veterinário, para prevenir ou tratar alguma doença

_ ser devidamente alimentado, com dieta adequada

_ vacinado periodicamente para evitar doenças

_ ter sua reprodução controlada para evitar crias indesejadas

_ ter espaço suficiente e enriquecido para exercer seu comportamento natural e, ao mesmo tempo, ter um lugar coberto e protegido de sol e chuva

_ ser educado com paciência quando filhote, época que demanda bastante atenção

_ receber cuidados especiais quando envelhecer e tiver dificuldades para comer, se locomover e precisar de medicação especial

_ JAMAIS ser abandonado.

ABANDONO NÃO É OPÇÃO.

Refletir as necessidades do animal quando a família sair de férias, o comportamento e temperamento do mesmo, a logística de cuidados diários, a legislação vigente relacionada aos animais, os custos de um bichinho de estimação são algumas condições para a tomada de decisão.

Avalie todas essas exigências antes de se comprometer. 

E se, depois de avaliar com atenção todos esses pontos, decidir realmente ter um pet com você, ADOTE, não compre. Há milhares de animais esperando por um lar.

Saiba mais no site do http://portal.cfmv.gov.br/noticia/index/id/5943/secao/6

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

PET_BRINQUEDO.jpg