HISTÓRIA

 
 

Reginaldo Tripoli carrega um sobrenome de tradição e idoneidade. Com ideias inovadoras e força de trabalho, entre seus objetivos está o avanço de políticas públicas para a defesa animal e meio ambiente. Um caminho percorrido há décadas pela família e com conquistas primordiais dentro da causa.

O pioneiro nessa trajetória foi o pai, Dr. Ricardo Tripoli, falecido em 17 de Fevereiro de 2006. Fonte de orgulho, boas lembranças e muita saudade! 

“Tenho grande admiração e respeito pelo meu pai que criou os filhos com regras firmes e muito carinho. Lembro quando eu era criança e ficava esperando meu pai chegar para brincar de luta com ele. Mesmo cansado, depois de um dia intenso de trabalho, ele nunca se negou a ficar rolando pelo chão comigo.”

Assistir as lutas de boxe com o pai despertou o interesse e a paixão pelo esporte. Determinado, Reginaldo se tornou atleta amador e chegou até a lutar profissionalmente. O boxe fortaleceu princípios importantes como disciplina e humildade, além de ensinar que os desafios sempre devem ser encarados e aceitos.

Os irmãos, Ricardo Tripoli é  deputado federal e Roberto Tripoli, deputado estadual. Reginaldo Tripoli está em seu primeiro mandato como vereador na Câmara Municipal de São Paulo. Foi o terceiro vereador mais votado, nas Eleições de 2016, com 88.843 votos. O irmão Rubens Tripoli é jornalista. 

No Legislativo Municipal tem como objetivo criar e fortificar Leis de Proteção Animal para promover a guarda responsável de cães e gatos com RGA (Registro Geral Animal) e microchipagem. Defende o controle da população de animais domésticos pela castração, além de incentivar a adoção e coibir o abandono. Vale lembrar que animais castrados tem uma condição de vida melhor e queda na incidência de alguns tipos de câncer.

A adoção de cães e gatos abandonados e, muitas vezes, vítimas de maus-tratos é algo que mexe com o emocional de Reginaldo. Lupi foi companheiro por 14 anos e depois veio a vira-lata Milly. Adotar ao invés de comprar um animal doméstico é uma campanha ininterrupta do vereador.

O incentivo e a conscientização para uma alimentação saudável é um trabalho que envolve saúde pública, proteção animal e preservação ambiental. Políticas para a popularização de alimentos orgânicos, tanto na merenda escolar quanto como economia familiar, e proporcionar melhor qualidade de vida aos idosos, completam suas prioridades.

Apesar da história recente como político, Reginaldo tem uma longa trajetória como militante, principalmente nas campanhas dos irmãos, Ricardo e Roberto. Responsável pelo “corpo a corpo” nas ruas em defesa às questões ambientais, pouco difundidas na época, sempre alertou para a necessidade de cuidar do planeta.

Poluição é mais um dos temas que Reginaldo se posiciona de forma contundente, principalmente, em relação à troca de combustíveis fósseis por energia limpa na frota de transporte coletivo urbano. Conforme Lei aprovada, a meta é de 50% na redução das emissões de dióxido de carbono em 10 anos e 100% em 20 anos. Durante a tramitação do Projeto de Mudanças Climáticas na Câmara Municipal, atuou na defesa por medidas punitivas severas às empresas de coletivos que não cumprirem o cronograma. Em 2018, passa a integrar a Comissão Permanente de Trânsito, Transporte, Atividade Econômica, Turismo, Lazer e Gastronomia que, entre os desafios e discussões, tem como função fiscalizar o processo de licitação do transporte público na capital paulista.

Torcedor do Palmeiras desde que nasceu, Reginaldo é Conselheiro do Clube Alviverde e foi Diretor Administrativo na gestão do presidente Paulo Nobre. Podemos dizer que seu coração é duplamente verde, eterna paixão ao time e à natureza.

Após assistir ao filme Okja, dirigido pelo coreano Bong Joon-ho, que traz uma análise profunda do mundo coorporativo e a conduta da indústria alimentícia, Reginaldo tomou a decisão de não mais ingerir qualquer tipo de carne animal. Defensor da campanha “Segunda Sem Carne”, mas sempre respeitando as escolhas e preferências de cada indivíduo, sugere a substituição do alimento no cardápio ao menos um dia na semana.

Carismático, brincalhão e de sorriso fácil, Reginaldo perde o brilho diante de injustiças, sejam elas sociais, raciais, de gênero ou qualquer ordem. 

“Somos todos iguais, não tem que ser melhor ou maior. Gentileza é uma qualidade que admiro demais. É superior quem encontra uma forma de doar seu tempo e conhecimento para o próximo.” E completa:
“Família e amigos são o bem maior e mais precioso. Tem que cuidar como uma planta que precisa ser regada todos os dias e pra sempre.”

Como legado quer deixar algo de concreto na vida pessoal e pública, olhar para trás com orgulho e a sensação de que chegou lá. Aliás, um esforço de Reginaldo é para que cada vez mais pessoas se interessem e se aproximem da política. Para um mundo melhor temos que persistir, desistir jamais!